Morretes, Curitiba - PR

Conheça um pouco mais sobre esse destino
1/5

A CIDADE

Morretes é um município brasileiro do estado do Paraná. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 16 366 habitantes.

A HISTÓRIA

Até o século XVI, a região atual do município era território dos índios carijós, etnia indígena que ocupava a faixa litorânea brasileira desde Cananeia até a Lagoa dos Patos. A partir de 1646, com a descoberta de jazidas de ouro, a região passou a ser ocupada por mineradores e aventureiros provenientes da cidade de São Paulo. Em 1721, foi fundado, oficialmente, o povoado de Morretes.

Foi o ouvidor Rafael Pires Pardinho quem determinou que a Câmara Municipal de Paranaguá autorizasse a medição e demarcação de trezentas braças em quadra, para a instalação do povoado de Morretes. A partir de meados do século XVIII, os parnanguaras capitão Antonio Rodrigues de Carvalho e sua mulher Maria Gomes Setúbal se estabelecem em Morretes, onde logo construíram uma capela, dedicando-a Nossa Senhora do Porto e Menino Deus dos Três Morretes. Em 21 de julho de 1769, o padre Francisco de Meira Calassa abençoou a capela morretense.

A partir desta época, o lugar teve grande crescimento, com o setor comercial tornando-se ponto de referência obrigatória aos viajantes de serra acima e rio abaixo. O progresso do povoado provocou certa rivalidade com Paranaguá, que chegou ao cúmulo de proibir "… os comércios de fazendas secas de lojas em Morretes", por ordem do ouvidor da Capitania no ano de 1780. No ano seguinte, a proibição foi revogada por ordem de Dom Martin Lopes Saldanha, governador-general da capitania. (Romário Martins - História do Paraná)

Com a chegada dos trilhos de aço da Estrada de Ferro Paraná ao litoral, cujo tráfego iniciou-se em 1885, Morretes decaiu vertiginosamente: seu comércio foi altamente prejudicado, parando os engenhos de erva-mate e afetando toda a estrutura sócio-econômico-cultural do município. A partir de então, operou-se uma reação, reconquistando o município, aos poucos, sua importância no contexto do estado do Paraná.

A colônia agrícola Nova Itália, que era dividida em doze núcleos coloniais, foi fundada em 22 de abril de 1878, em terreno doado pelo coronel Antônio Ricardo dos Santos. Nela, foram estabelecidas 543 famílias, num total de 2 296 pessoas. Mais tarde, muitos colonos deixaram o lugar e se transferiram para outras colônias, motivados principalmente pela inadaptação ao clima de Morretes. O distrito de Porto de Cima é um dos mais importantes pontos de referência histórica, não só para o povo morretense, mas para todo o Paraná.

TURISMO

Morretes é uma cidade histórica e rica em arquitetura colonial, com casarões antigos preservados, o que movimenta o turismo local, além de possuir restaurantes que oferecem o prato típico da região: o barreado.

A cidade também é o ponto terminal do trem turístico da Serra Verde Express, que a liga à capital paranaense Curitiba pela Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá, a primeira ferrovia do estado, onde corta-se uma área de grande abundância de Mata Atlântica no Parque Estadual Pico do Marumbi, nos trechos de subida e descida pela Serra do Mar, considerado um dos mais belos trechos ferroviários do Brasil.

Fique atento a nossa agenda e veja as datas para conhecer esse paraíso mineiro

  • Black Google+ Icon
  • Twitter Basic Black
  • Facebook Basic Black